Vitória vence o Ba-Ví no primeiro jogo da final do Baiano

Vitória abre vantagem do Bahia na final

Vitória abre vantagem do Bahia na final

Após três anos Bahia e Vitória voltaram a se enfrentar pela final do Campeonato Baiano de 2009. E neste reencontro, os torcedores do Vitória comemoraram primeiro, pois o time bateu o rival por 2 a 1 e ampliou a vantagem para o próximo jogo.
O jogo em Pituaçu começou quente desde o ponta pé inicial, com o Vitória quase abrindo o marcador no primeiro minuto. E o Bahia respondendo de imediato na seqüência da partida. Jogando melhor o Vitória abriu o placar aos 13 minutos, Ramon, recebendo cruzamento de Apodi, cabeceou para o gol, dando vantagem para o Leão.
A torcida rubro-negra ainda comemorava quando Reinaldo após rebote do goleiro empatou o placar aos 17 minutos da primeira etapa. Com o gol de empate o jogo pegava fogo, e o juiz distribuía inúmeros cartões amarelos.
O segundo tempo o Bahia voltou melhor pressionando o rival, Patrício perdeu uma excelente oportunidade. E quem não faz toma, o Vitória marcou o gol da vitória no começo da segunda etapa. Apodi sofreu pênalti e na cobrança Ramon bateu no canto para colocar o Leão em vantagem novamente.
No final da partida o Bahia chegou a acertar a trave, mas a partida fico em 2 a 1 para o Vitória. Agora, por ter feito melhor campanha, o Leão pode perder por até um gol de diferença que será campeão baiano, pela oitava vez em 10 anos. Já o Bahia precisa vencer por dois gols de diferença para levar o caneco para casa.

BAHIA 1 X 2 VITÓRIA

Bahia
Fernando, Patrício, Evaldo, Nen e Rubens Cardoso; Leandro, Marcone, Elton e Ananias (Alex Maranhão); Beto e Reinaldo Alagoano (Abner)
Técnico: Gallo

Vitória
Viáfara; Apodi, Wallace, Victor Ramos e Luciano Almeida; Vanderson (Wellington), Carlos Alberto, Bida, Ramon (Leandro Domingues) e Jackson (Adriano); Neto Baiano
Técnico: Paulo César Carpeggiani

Gols: Ramon, aos 13, e Reinaldo, aos 24 minutos do primeiro tempo; Ramon, aos oito do segundo tempo.

Cartões amarelos: Elton, Ávine, Nem e Fernando (Bahia); Wallace, Ramon, Neto Baiano e Vanderson (Vitória). Cartão vermelho: Patrício (Bahia).
Público: 30.015. Renda: R$ 951.280